fevereiro 19, 2007

Sorriso em segunda-feira sem cinzas

De regresso do aconchego e da ditadura do sonho, renovo gotas de chuva e apreços no fundo de um alguidar ornado com o brasão dos Áustrias. Faz-se tarde. As línguas de vento trovam aftas de sem querer, deixando recados às árvores, poiso de druidas e algum profeta de nariz afilado, curioso de rotas e embaixadas de vénias, onde a solenidade é gratinada e o saber, estorvo. Talvez por isso se divirta com a copa frondosa e amnésica de quem se esqueceu do Inverno. Fará versos inconsequentes, dignos de algum manual onde se ensinam lideranças e valores. Faz-se tarde. Alumiam-se as velas e abrem-se os breviários, que os passos apressados e chuviscantes já sobem os degraus da entrada do altar. Na livraria defronte, pagam-se as últimas sílabas e suspira-se por uma chávena de café a fumegar. Talvez dois dedos de rum. Saúda-se o prior com um aceno de cabeça e percorre-se a muralha com o olhar dolente e habituado. E a gente nunca se habitua a regressar. Nas portas encostadas já soaram os trincos e crepitam-se os primeiros ares da noite. Ao longe, logo ali à esquina, rumina-se o terço e a vontade de farófias e palmas das mãos esfregadas com vigor. Penumbra-se o momento de olhar as estrelas e procurar a constelação preferida. Os pés agarram-se ao lajedo, travam-se ímpetos e de gola levantada, tomo o caminho do vale, mesmo se a geografia me permite ilusões e o espírito ainda treme de fervor. O tarde já se fez e o relógio marca sempre a mesma hora.

Ao som de Focus "La Cathedrale de Strasbourg"

1 comentário:

Conceição Bernardino disse...

Olá,
“ Somos a ponte para a eternidade,
Formando um arco sobre o mar,
Procurando aventuras para nosso regozijo,
Vivendo mistérios, optando por calamidades,
Triunfos, desafios, apostas impossíveis,
Pondo-nos à prova uma e outra vez,
Aprendendo amar.”
Excerto de “Richard Bach”

É com esta força que renasço todos os dias, para continuar a minha caminhada...
Espero que gostem deste pequeno presente.
Beijinhos, que a escrita nos una!
Conceição Bernardino

http://amanhecer-palavrasousadas.blogspot.com