maio 24, 2007

Pausa e nota de rodapé

Mais que as palavras, importa reter os sons.

A gerência

1 comentário:

Anónimo disse...

As palavras geram sons, cheiros, tactos, projectam-se espaços e cores e com eles se construi o património afectivo, estou muito grata pelo seu contributo. :-)
Maria João