março 12, 2011

Antes de outra coisa qualquer

O amor espera-me
em anéis primaveris
cioso de toda a demora
como sentinela de guarda à infanta.

Sem comentários: